sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Os operadores...


Cristiano Roberto Tatsch foi Diretor Vice-Presidente da COBAL (hoje CONAB)
O homem de confiaça do "franciscano" senador Pedro Simon (aquele que traiu Brizola) chama-se CRISTIANO ROBERTO TATSCH. Em 1985 ele foi nomeado por Pedro Simon (na época Ministro da Agricultura de José Sarney) para o cargo de Diretor Vice-Presidente da COBAL (hoje CONAB). Na sua gestão na CONAB teve problemas com o TCU (Tribunal de Contas da União). Quando Pedro Simon "governou" o Rio Grande do Sul o Sr. Cristiano ocupou por um período o cargo de secretário substituto da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul.

Cristiano Roberto Tatsch foi Presidente da extnta CRT (Companhia Rio-grandense de Telecomunicações)
É o Cristiano que junto com o Britto, o Busatto, o Nelson Proença, o Assis Roberto de Souza "venderam" a CRT. Em todos as grandes negociatas lá está Cristiano Roberto Tatsch...

Cristiano Roberto Tatsch foi Secretário Municipal da Fazenda de Porto Alegre, no "governo" do José Fogaça, o Cavalo Cansado (palavras de Pompeo de Mattos, o Anão Trovador do PDT)
Durante a primeira passagem pela prefeitura de Porto alegre, em 2009, protagonizou um episódio polêmico. Foi acusado de favorecer empresários que pretendiam atuar nas obras do PISA (Projeto Integrado Socioambiental de Porto Alegre). Existem comprometedoras gravações de áudios da Operação Solidária, da Polícia Federal, que envolvem diretamente Cristiano Roberto Tatsch. Na época também tentou mais uma sacanagem: Tentou privatizar o cadastro do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) da Prefeitura de Porto Alegre através da realização de uma "licitação pública". Uma série de "atropelos" - o processo não foi devidamente examinado pela PGM - Procuradoria Geral do Município. A "elaboração" do edital mostrou o direcionamento, além da incontornável questão da quebra do sigilo fiscal - resultaram na suspensão da desastrada tentativa, via mandado de segurança. O rapaz é perito em grandes negociatas...

Cristiano Roberto Tatsch agora é o poderoso Secretário Municipal de Urbanismo do "governo" do Zé Fortunatti, o Boneco de Olinda.A "turma" do Luiz Fernando Záchia, do Ernesto Teixeira, do "franciscano" Pedro Simon, do Sebastião Melo bancou o nome dele para ocupar a secretaria Municipal de Urbanismo. A "turma" não encontrou um nome melhor para o cargo. Esse é profissional!!!  Cristiano Roberto Tatsch foi também uma das principais personalidades investigadas pela CPI do Benestado. Segundo o deputado Neivo Beraldin (PDT), presidente da CPI, estima o rombo do Banestado em R$ 12 bilhões (valores atualizados em 2003), um dos maiores escândalos financeiros da história do país. Cristiano estava lá. Teve seu indiciamento pedido pela CPI junto com Gustavo Franco (ex-presidente do Banco Central do Governo FHC), Celso Pitta (ex-prefeito de São Paulo), Jaime Canet Júnior (ex-governador do Paraná) e outros figurões...

Nenhum comentário:

Postar um comentário