quinta-feira, 10 de julho de 2014

Os "fabricantes" de Aleijados e de Metalose que atuam na capital da Broscônia...


Este é um aleijado por usar os "implantes" vagabundos da VIDRO IMPLANTES...


A VIDRO IMPLANTES também fabricava implantes de coluna (foto). Só que não eram esses. Os deles eram vagabundos mesmo...

O Ministério Público Federal e a Justiça Federal da Broscônia está realizando uma rigorosa investigação sobre uma conhecida dupla de irmãos (conhecidos como irmãos Metralha). O nome deles: SUECO STHIL e DEMURSE STHIL. O primeiro mora numa luxuosa casa da Zona Sul de capital da Broscônia e o outro (Demurse) está morando no exterior. Eles tinham (e tem) uma fábrica/serralheria chamada VIDRO IMPLANTES. Ela foi lacrada pela Vigilância Sanitária da Broscônia devidos as péssimas condições de fabricação e pelos materiais vagabundos utilizados na fabricação dos seus implantes de coluna e joelho. Os irmãos Metralha utilizavam materiais de péssima qualidade nos seus "implantes". A fábrica/serralheria ficava (e fica) numa pequena cidade da região metropolitana da capital da Broscônia. Na fábrica/serralheira VIDRO IMPLANTES também eram produzidos grades de ferro, portões para garagens, etc. Quando os irmãos Metralha perderam o registro dos seus vagabundos implantes eles começaram a "produzir" na clandestinidade. Faziam hastes, próteses de joelho, ganchos sulcados de péssima qualidade. Aleijaram centenas de pessoas pobres. Os metralhas utilizavam uma firma chamada PROPORK descarregar seus "produtos" vagabundos...  Também fraudaram o Instituto de Previdência da Broscônia. Colocaram suas próteses de joelho na Tabela do Instituto  como fossem próteses importadas do Estados Unidos ou da Alemanha. Só que as próteses importadas eram produzidas na fábrica/serralheria VIDRO IMPLANTES. E cobravam preços abusivos. Uma fraude criminosa!!! É lógico que tinha a colaboração de servidores públicos. Na capital da Broscônia eles atuavam no Hospital Park Noé. Lá eles colocavam parafusos de coluna nos pacientes e a PROPORK/VIDRO tirava Nota Fiscal como se fossem implantados nos coitados dos pacientes os sistemas duplo expansor/estabilizador segmentar da coluna sem enxerto ósseo. Uma grande falcatrua!!! Os Metralhas também gostavam (e gostam) de vender implantes fantasmas. Uma das suas grande "especialidades" e utilizar ganchos sulcados fantasmas nas suas cirurgias de coluna. A prática criminosa é praticada numa conhecida cidade portuária. É só utilizar o RX para detectar a fraude. É lógico que os pobres pacientes "tiveram" que realizar uma nova cirurgia, onde, foram "retirados" os ganchos sulcados fantasmas... A FRAUDE/ROUBO PODE SER COMPROVADA NA NOTA DE SALA. LÁ ESTÃO TODOS OS DETALHES DOS IMPLANTES QUE FORAM "COLOCADOS". A NOTA DE SALA É O CAMINHO DA PEDRA... Só que os Metralhas receberam muita grana com a fraude... Seus implantes vagabundos, seus implantes fantasmas, causaram graves prejuízos financeiros aos cofres da Broscônia. E também aleijaram centenas de pessoas inocentes. Só que fraude vai ser desvendada... Aguardem!!! O Garganta Profunda vai agir...

Esta é uma prótese de joelho fabricada pela VIDRO IMPLANTES. Devido a péssima qualidade do material utilizado pela VIDRO aconteceu o pior: METALOSE...

# METALOSE é o processo de desgaste da prótese (implante de coluna ou joelho) dentro do organismo humano e à necrose de tecido do local onde a prótese foi implantada. A Metalose é consequência da micro movimentação do implantes metálico, o que causa uma reação do organismo. A Metalose é causada pelos implantes vagabundos e de péssima qualidades produzidos por fabricantes safados e pela imperícia médica de conhecidos cirurgiões da Broscônia. Os Metralhas e seus comparsas são conhecidos no meio médico da capital da Broscônia. A Justiça está na cola deles!!! O GARGANTA PROFUNDA tem mais coisas para contar para o blog: IMPRENSALIVRERS. E podem ter certeza é NITROGLICERINA PURA... Achamos que o nosso informante vai contar quem são os cirurgiões que colaboram e recebem altíssimas comissões (de até 40%) para colocar os implantes da PROPORK... O dinheiro da propinagem é colocado e distribuído dentro de sacos plásticos de um conhecido e sofisticado supermercado da capital da Broscônia. O dinheiro da propinagem é repassado aos cirurgiões nas madrugadas no estacionamento de uma conhecida e cara churrascaria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário