terça-feira, 23 de setembro de 2014

Profissionais e instituições defende otimização de diagnóstico e tratamento de câncer bucal.


Em audiência pública realizada na Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa ocorreu um debate sobre a questão e acompanhamento do cidadão com diagnóstico de câncer bucal. Parlamentares, entidades e profissionais defenderam melhoria nos protocolos de atendimento. O presidente da Comissão de Saúde, deputado ADILSON TROCA (PSDB), destacou que a audiência pública foi solicitada pelo Comitê das Entidades de Classe Odontológica do RS para debater a ampliação e melhoria do atendimento das pessoas diagnosticadas com câncer bucal. "Reitero aqui todo o apoio a Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Casa para as campanhas de educação e prevenção contra o câncer bucal", disse ADILSON TROCA. O coordenador do Comitê das Entidades Odontológicas do RS e coordenador da campanha de prevenção do Câncer Bucal no Estado, BERNARDO FRÓES GODOLPHIM, destacou que é necessário um diagnóstico rápido da doença, que atinge em torno de mil pessoas a cada ano no Rio Grande do Sul. Ele sublinhou que é necessário possibilitar à população o conhecimento mínimo para que se possa detectar o câncer bucal na sua fase inicial e sejam feitos os acompanhamentos necessários para o tratamento adequado. Também participaram da reunião o representante da prefeitura de Cachoerinha, PAULO EDUARDO; a representante da Associação Gaúcha de Técnicos de Odontologia RS, EVELISE KLEIN; a representante da Liga Feminina de Combate ao Câncer RS; NARCILA DOURADO CASTRO e a 5ª Coordenadoria Regional de Saúde. O deputado ADILSON TROCA (PSDB) é um dos mais atuante deputado nas causas da Saúde Pública. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário