quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

JANOT ENVIA DELAÇÃO PREMIADA DO DOLEIRO YOUSSEF PARA SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL


Em bombásticos depoimentos, doleiro descreveu aproximadamente 80 casos de corrupção e outros crimes

O procurador-geral da República, RODRIGO JANOT, enviou nesta quarta (17/12) ao Supremo Tribunal federal os documentos relacionados a delação premiada do doleiro ALBERTO YOUSSEF. O pacote tem 3 arquivos: o acordo da delação premiada, o relato das fraudes na Petrobras e outras áreas da administração pública e a tão temida LISTA DE POLÍTICOS, empreiteiros e servidores públicos envolvidos com a corrupção na maior estatal do país. Ao longo da delação, o doleiro descreveu aproximadamente 80 casos de corrupção e outros crimes. Conhecidos políticos gaúchos estão na temida lista...

O procurador-geral da República, fez chegar a políticos a informação de que vai pedir em fevereiro de 2015 investigação contra cerca de 30 parlamentares que são detentores de mandado na Câmara ou no Senado por envolvimento nas irregularidades da Petrobras, alvo da OPERAÇÃO LAVA-JATO. O número leva em conta a situação atual. Caso em fevereiro seja verificado que algum deles não se reelegeu, o processo será encaminhado para a Justiça Federal do Paraná, onde tramitam os processos que não tem foro privilegiado. Os demais responderão no Supremo Tribunal Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário