segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

MÁFIA DAS ÓRTESES E PRÓTESES - Parte 03 - É só a Polícia Federal ir atrás do começo do fio do novelo...



O começo do fio do novelo

A  Polícia Federal e o Ministério Público Federal já possuem a chave para desvendar os esquemas de propinagem existentes no Rio Grande do Sul e no Brasil. O começo do fio do novelo já está nas mãos das autoridades... 

O Dr. FERNANDO SANCHIS não é o único. Existem outros FERNANDOS aqui no Rio Grande de Sul. E são dezenas e dezenas no Rio Grande do Sul...

Uma informação importante: o local que costumeiramente são pagas as milionárias propinas são em dois conhecidos estabelecimentos gastronômicos de Porto Alegre. São duas famosas, ótimas e caras churrascarias. Uma fica no bairro Floresta (perto da Av. Farrapos) e a outra fica no bairro Menino Deus (perto do Estádio Beira-Rio). Lá nas madrugadas de sexta ou sábado são realizados polpudos pagamentos. Numa cirurgia de  R$ 150 mil o valor que o cirurgião recebe é de R$ 60 mil. Limpinho!!! Ele recebe 40% do valor da nota. Geralmente são cirurgias autorizadas por liminares da Justiça. O dinheiro é colocada em sacos de supermercado e repassado por debaixo da mesa ou no estacionamento das referidas churrascarias,  depois de um belo jantar com vinhos caros. Tudo pago pelos fornecedores (representantes). O fabricante não tem culpa nenhuma. Ele só vende as reposições. Vende os parafusos, as hastes, cages, o cross-link que são utilizados nos procedimentos cirúrgicos. O Cirurgião de Coluna (Neurocirurgião ou Ortopedista) pede para realizar o procedimento cirúrgico: 6 parafusos, 2 hastes (ou barras), 1 cross-link, 4 cages. Isto custa uns R$ 30 mil (nos bons implantes importados) para o Representante. O resto é imposto, comissão do vendedor (que é de 5%), o que sobra para o Representante. O Cirurgião é que ganha mais. Ele na verdade é dono do negócio. Ai o médico pede o recheio  (o enxerto ósseo, o hemostático) que é importado (comprado) pelo Representante. Uma grama custa R$ 3 mil a 5 mil  (do enxerto). Uma grama do hemostático custa também aquele valor. Lá no Bloco Cirúrgico não existe ninguém para fiscalizar se ele está colocando 1 ou mais gramas de enxerto ósseo e de hemostático no paciente. Aí eles fazem a festa. E a comissão pode ultrapassar a casa dos 40%... Pode chegar a 50%... Alguns cirurgiões de Porto Alegre fazem mais de 10 procedimentos cirúrgicos deste tipo, com esses valores... A grana é altíssima!!!



Não podemos esquecer que não é só na área de Cirurgia de Coluna, na área de colocação de implantes de Joelho e Quadril. Existe uma máfia também na área cardíaca... Que é também milionária. O esquema está na mãos de conhecidos e midiáticos médicos que atuam em importantes Hospitais de Porto Alegre. Caxias, Passo Fundo, Novo Hamburgo, Santa Maria, Pelotas, etc. É mesma coisa. Com Buco-Maxilo-Facial, com Neurocirurgião, com Ortopedista, com dentistas que só colocam implantes dentários, com oftalmologistas, com cirurgiões cardíacos. A farra e MODUS OPERANDI é o mesmo: GRANA, BUFUNFA, CARVÃO, DINHEIRO...


Os "inocentes" membros do CREMERS sabem de tudo. Não fazem nada. Ficam só olhando... O presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul sabe de tudo. Só que o "gordo" é um corporativista nato!!! Jamais vai admitir que existem médicos que recebem propina. O "gordo" acha que 99% dos cirurgiões não utilizam esses métodos... O "gordo" vive no mundo da Lua!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário