quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

POLÍCIA CIVIL DO RIO GRANDE DO SUL CUMPRE 21 MANDADOS PARA INVESTIGAR MÁFIA DAS ÓRTESES E PRÓTESES


Este é o Dr. Fernando Sanchis...


A Polícia Civil do Rio Grande do Sul cumpre nesta quinta (15/01) 21 mandados de busca e apreensão para investigar a MÁFIA DAS ÓRTESES E PRÓTESES que atua no Rio Grande do Sul. Estão sendo recolhidos vários documentos e provas nos HOSPITAIS NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, de Canoas, e HOSPITAL DOM JOÃO BECKER, em Gravataí.

Estão sendo cumpridos também mandados em sedes de distribuidores de próteses, em várias clínicas de Porto Alegre, Rio Grande e Pelotas, e nas residências de 5 (cinco) médicos. Entre eles, o ortopedista FERNANDO SANCHIS, aquele que é suspeito de falsificar documentos para pedidos de limar para cirurgias.

A Justiça também determinou a apreensão de 9 (nove) passaportes, sendo de 5 (cinco) médicos, incluindo FERNANDO SANCHIS e a esposa dele, e de 3 (três) advogados. 

Os mandados que são cumpridos nesta quinta (15/01) são baseados em apenas 14 processos envolvendo liminares para cirurgias com utilização de órteses e próteses. No total, essas operações resultaram em um prejuízo de mais de R$ 2 milhões, aos cofres públicos, já que algumas delas passavam de R$ 200 mil

A Polícia esteve também na empresa INTELIMED e provavelmente na empresa do Sueco...

Nenhum comentário:

Postar um comentário