sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL INVESTIGA NOVO PRESIDENTE DA PETROBRAS



Aldemir Bendine virou alvo do MPF após ex-motorista afirmar ter presenciado entregas de dinheiro ao executivo. 

O nome escolhido pela presidente Dilma (PT) para limpar a Petrobras, o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, é alvo de um procedimento de investigação no Ministério Público Federal.

O procedimento foi instaurado a partir do depoimento do ex-motorista da Presidência da República Sebastião Ferreira da Silva. Ferreirinha, como é conhecido, dirigiu para a campanha de Lula em 2002 e depois foi contratado pelo escritório da Presidência em São Paulo, onde ficou por 4 anos. Em seguida, Ferreirinha passou a dirigir para Bendine, no BB, por quase 6 anos. O procedimento ainda está em curso. Segundo reportagem (da Folha de São Paulo) apurou, os procuradores já fizeram várias diligências no caso, como solicitar documentos do BB. Ferreirinha disse ao Ministério Público Federal que presenciou Bendine sair de um prédio comercial em São Paulo, ocupado por empresas ligadas ao grupo da TV Record, com uma sacola repleta de maços de notas de R$ 100.

Ferreirinha também contou que recebeu ordens para fazer diversos pagamentos com altas quantias em dinheiro vivo, sempre entregues a ele dentro do BB, pelo próprio Bendine. O executivo nega as acusações.

Conforme a Folha de São Paulo revelou no ano passado, Bendine foi autuado pela Receita Federal por não comprovar a origem de aproximadamente R$ 280 mil de seu patrimônio informados em sua declaração do Imposto de Renda. O caso também motivou a investigação da Procuradoria. 

É outro aloprado!!! Será que é um novo ladrão???

Nenhum comentário:

Postar um comentário