terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

TEREMOS MAIS PRISÕES REFERENTES A OPERAÇÃO LAVA-JATO NOS PRÓXIMOS MESES...




O que começou como uma INVESTIGAÇÃO LOCAL sobre um esquema de lavagem de dinheiro operado por uma rede de conhecidos doleiros acabou por trazer à luz o PETROLÃO, maior esquema de corrupção da história do país. Ao longo de mais de um ano e meio, a força-tarefa da OPERAÇÃO LAVA-JATO muitos desafios. Uma das coordenadoras da LAVA-JATO, a delegada da Polícia Federal Erika Mialik Marena, de 39 anos, afirma que o trabalho está SÓ NO COMEÇO. À frente de outros 4 delegados, ela aposta principalmente nos pedidos de cooperação jurídica internacional a 10 países como forma de desvendar a extensão do esquema corrupto: uma nova LEVA DE PRISÕES deve ocorrer a partir do mapeamento do fluxo da propina mundo afora. A delegada diz acreditar ainda que a investigação já é uma "referência" pelos resultados alcançados até agora e prevê "bons resultados" nas cortes superiores. Ela quer dizer: PRISÃO, XADREZ, CELA para corruptos de colarinho branco. Aguardem!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário