quarta-feira, 4 de março de 2015

Lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot aprofunda mais a crise política entre Congresso e Executivo

Rodrigo Janot

PGR quer abertura de processos contra acusados de envolvimento nos desvios da Petrobras. Renan e Cunha reagem à informação de que foram incluídos no grupo. O STF terá o papel de divulgar quem foi citado pelo procurador -geral

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal, na noite de ontem (terça - 03/03), a abertura de 28 inquéritos contra 54 pessoas, inclusive políticos, envolvidos na Operação Lava-Jato, que apura corrupção na Petrobras. Apesar de os nomes não terem sido divulgados, nos bastidores dos Três Poderes comenta-se que o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o da Câmara, Eduardo Cunha, estão na relação de Janot. A informação aprofundou ainda mais a crise entre o Congresso e o Executivo. Os dois foram avisados por interlocutores palacianos de que estariam na mira do procurador-geral. O governador do PT do Acre, Tião Vianna também pode estar na  lista. Há gaúchos na lista também...

Nenhum comentário:

Postar um comentário