terça-feira, 21 de março de 2017

HU/GAMP DE CANOAS ACUMULA APARELHAGEM MÉDICA SEM UTILIZAÇÃO


O nosocômio de Canoas "administrado" pela GAMP (que está com seus dias contados na cidade) está com 2, dos seus 10 andares, desativados desde abril de 2015. A prefeitura levará o caso ao Ministério Público Estadual e Federal.

O nosocômio de Canoas "administrado" pela GAMP está com vários equipamentos médicos depositados em salas e seu uso. Uma vergonha!!!

Segundo a nova administração municipal (Busato/Gisele), o espaço (2 andares) poderia ter cerca de 180 leitos. Alguns aparelhos têm custo de R$ 1 milhão, mas estão parados por absoluta incompetência da GAMP...

No quinto e no sétimo andar, há camas e macas reviradas, poltronas destruídas e equipamentos amontoados, sem nenhuma manutenção. Entre eles há balanças, ecógrafos, tomógrafos (que custam fortunas), ventiladores, máquinas de hemodiálise, incubadoras, desfibriladores para reanimar pacientes com parada cardíaca e berços aquecidos. O montante do prejuízo, conforme a prefeitura, é de muitos milhões de reais. Uma vergonha!!!

"São andares inteiros desativados e tem a questão estrutural, com piso destruído, goteiras, mofo nas paredes" diz prefeito Luiz Carlos Busato (PTB). "Os andares estão fechados desde abril de 2015 (administração Jairo Jorge da Silva). E quem paga por isso é a população", acrescenta.

Quem administra o HU é a tal de GAMP. A GAMP é uma contumaz compradora de insumos médicos de São Paulo. Compra por preços maiores dos que são praticados no mercado gaúcho. Um roubo!!!

A GAMP vai ser severamente investigada pelos órgãos competentes...

O Blog IMPRENSALIVRERS possui informações que os dias da GAMP administrando o nosocômio estão contados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário