segunda-feira, 6 de março de 2017

UM RECADO AOS PREFEITOS QUE UTILIZAM SISTEMAS PARTICULARES, TIPO AGHOS PARA MARCAR CONSULTAS PELO SUS...


Cuidado Prefeito de Farroupilha!!! Dizem que em Farroupilha existe uma tipo GHS atuando naquela cidade... Dizem que também é uma empresa do Ceará... Será???

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu que a Justiça Federal em Canoas tem COMPETÊNCIA para julgar a ação de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA do MPF contra o ex-prefeito de Canoas, Jairo Jorge da Silva, contra o ex-secretário de Saúde Marcelo Bózio, e mais três integrantes da Prefeitura pela ausência de licitação para contratar a empresa que presta serviço de agendamento de consultas eletivas pelo SUS nas Unidades Básicas de Saúde em Canoas, através do teleagendamento. A GHS - Gestão em Tecnologia e Saúde Ltda, empresa "contratada" também é ré na ação.

A ação civil pública assinada pelo MPF de Canoas questiona a necessidade de contratar uma empresa privada para realizar um serviço que o Governo Federal já disponibiliza, através dos Softwares SISREG e E-SUS - sistemas online do Ministério da Saúde para gerenciamento da rede do SUS gratuitamente. O MPF em Canoas apurou que mais de R$ 16 milhões foram gastos SEM LICITAÇÃO para um serviço que desde sua contratação, em 2012, é alvo de reclamações por parte de seus usuários.

O Blog ficou sabendo que outros municípios serão bem investigados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário