segunda-feira, 3 de abril de 2017

O "BANCO DE TALENTOS" DE MARCHEZAN JÚNIOR PRECISA SER REMENDADO. É UM FURO SÓ...


O "Banco de Talentos" contado em verso e prosa por Marchezan Júnior (homem de confiança do Aécio Neves, o probo) não foi capaz de identificar relações NÃO REPUBLICANAS entre inscritos e políticos que serão atingidos pela Mini Lava Jato dos Pampas, que vai dizimar parte dos atuais detentores do poder público do Rio Grande do Sul, inclusive um famoso dirigente partidário.

Marchezan Júnior bem que tentou "qualificar" sua equipe. Porém, cometeu um equívoco primário e, se tratando de política, esqueceu que base parlamentar não se  compra, se constrói...

Nenhum comentário:

Postar um comentário