quinta-feira, 20 de abril de 2017

O Blog IMPRENSALIVRERS entrevista o advogado Cláudio Cunha sobre um tema que interessa muitas pessoas: Direitos Humanos para Humanos Direitos

Advogado Cláudio Cunha

Qual é o objetivo dos Direitos Humanos para Humanos Direitos? - Uma orientação e defesa dos interesses da vítima ou parentes dessas, os habilitando como assistentes de acusação com a adoção de medidas legais cabíveis na esfera policial e/ou judicial.

Punir os responsáveis? - Sim, na esfera policial, acompanhando a investigação criminal no inquérito policial já instaurado ou notícia crime para abertura da investigação, para que ocorra o indiciamento. Na espera judicial penal, para que o acusado seja efetivamento punido e cumpra da pena".

O advogado Cláudio Cunha ressalta que na esfera judicial penal, na propositura de queixa crime ou de ação penal pública subsidiária, especialmente por ofensas praticadas na internet e redes sociais, inclusive com medidas de urgência para cessar as ofensas.

Cunha também entende que deve-se requerer medidas protetivas com a prisão do agressor, quando este passa a ameaçar ou coagir a vítima ou seus familiares.

O que significa Direitos Humanos para Humanos Direitos? - Inicialmente nossa opinião não é para agradas todos, especialmente a patrulha do politicamente correto... Nos tempos atuais a impunidade da criminalidade violenta é a vergonha nacional...

A advocacia criminal é mais conhecida pelo trabalho de defesa dos acusados em um ação penal e não das vítimas de um crime ou de que teve um parente nesta situação. Em regra, a acusação dos criminosos é papel do Ministério Publico, que é uma instituição séria e competente, mas que está sobrecarregada de serviços e muitas vezes tem dificuldade de exercer seu trabalho, até mesmo por falta de cooperação mais efetiva da vítima. Direito Humanos é para Humanos Direitos!!!

Qual é o papel da mídia no contexto atual? - A atenções da mídia estão voltadas para o combate da criminalidade de colarinho branco, como corrupção, tipo Operação Lava Jato. Esse tipo de crime não é o que inferniza a vida do cidadão comum. Não ameaça diretamente a sua vida e de seus familiares porque não são crimes de violência e ameça grave tipo, por exemplo, o assassinato, roubo, sequestro e estupro.

Quais as causas da violência? - As causas dessa criminalidade violente são múltiplas. Mas a principal é o colapso do sistema de Segurança Pública, pelo sucateamento das policias e serviços penitenciários, feitos por opção proposital dos sucessivos governos de esquerda, influenciados pelo ativismo de Direitos Humanos.

Como surgiu o Direitos Humanos? - Os Movimentos de Direitos Humanos surgiram para defesa de presos e perseguidos políticos e religiosos, num contexto da Guerra Frita, que não mais existe no Mundo atual, especialmente no Brasil. Já na época da Guerra Fria a ação desses grupos era questionada por ser facciosa e tendenciosa, por sempre estar a favor do socialismo, a favor dos esquerdistas. Só denunciavam violação de Direitos Humanos no Ocidente. No bloco socialista era um "paraíso"... Alguém ouviu esses "ativistas" pagos por ONGs de Direitos Humanos, especialmente os brasileiros, denunciar violações em Cuba, na Coréia do Norte, no Irã? 

Sua opinião sobre o momento atual? - A Guerra Fria acabou e os movimentos de Direitos Humanos nas democracias ocidentais perderam o foco original e passaram a se dedicar na defesa de criminosos comuns, hoje organizados em facções criminosas sofisticadas. Mas esse ativismos de Direitos Humanos, influenciado por marxistas, por mais absurdo que pareça, é quem faz a agenda de Segurança Pública no Brasil, e mesmo antes da triste Era Petista e, em Estados que nunca foram governados por petistas, como São Paulo. E o mais grave é que esse ativismo distorcido dos Direitos Humanos, influenciado por marxistas, equivocadamente associa a criminalidade violente ao Sistema Capitalista, como vítimas da luta de classe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário