segunda-feira, 15 de maio de 2017

Marchezan Júnior tem base parlamentar na Câmara Municipal de Porto Alegre?


O atual prefeito de Porto Alegre tentou cortar salário dos servidores públicos que ganham acima de R$ 19.400,00.

Marchezan Júnior mandou para a Câmara de Vereadores (vereadores democraticamente eleitos pelo povo)  um Projeto que dá gratificação há 3 secretários municipais de 70% de quase R$ 13 mil + o salário de origem SEM TETO... Um dos secretários, o salário, chegaria a mais de R$ 38 mil mensais.

O jovem e inexperiente prefeito firma o TETO dos demais servidores CONCURSADOS (de carreira) em R$ 19.400,00

Grande parte dos vereadores (eleitos pelo Povo)  que há TETO em Porto Alegre, e, ele está na Constituição Estadual. O TETO é o subsídio de um desembargador estadual, em torno de R$ 30 mil reais.

Marchezan ficou magoado com os votos que recebeu...

Foi aprovado em LEI uma fixação do TETO no município de Porto Alegre, segundo o artigo 33 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul, derrubando o decreto do Prefeito Municipal.

Marchezan foi derrotado por não ter base parlamentar???

Nenhum comentário:

Postar um comentário