sexta-feira, 30 de junho de 2017

Lembrar é viver! Máfia das Órteses e Próteses da cidade maravilhosa...

A comendadora Teresinha

É uma matéria sobre a TECNHICARE da empresária Teresinha Farag de Oliveira...

A empresa dela atua forte no Rio de Janeiro e São Paulo. Representa marcas famosas como: Ulrich, Zimmer Biomet, Signus, Gore...

Os "médicos" da Teresinha são tratadas com muito "mimo" no Rio e São Paulo. Sacaram?

Lembrar é viver!

Em 14/04/2015, o Sindicato Médico do RJ pede investigação ao MPF de empresa de prótese da cidade maravilhosa

Parafusos estão quebrando nos organismos dos pacientes e advogados suspeitam de "indicações"

O Sindicato Médico do Rio de Janeiro protocolou na semana passada um pedido de investigação na Procuradoria da República do Estado das atividades da empresa TECHNICARE INSTRUMENTAL CIRÚRGICO, alegando possíveis danos à saúde de paciente que foram implantados com próteses fornecidas pela empresa, além de suspeita de outras práticas ilícitas. Segundo o MPF, o recurso será avaliado assim que for distribuído para um dos procuradores. Denúncias têm tomando volume em processos que tramitam atualmente pelos tribunais criminais do Rio contra a mesma empresa, que fornece próteses e insumos cirúrgicos para o mercado brasileiro.

O JORNAL DO BRASIL ouviu o médico (vítima) e outras pessoas que estão processando a TECHNICARE após as próteses terem quebrado em seus organismos. Elas relataram seus dramas desde as cirurgias que, segundo os pacientes, resultarem em dores e sequelas permanentes.

"O médico foi categórico ao afirmar que tinha que ser implantado um sistema chamado COSMIC, com oito parafusos. E elogiou o máximo este sistema e sua eficácia, me deixando muito tranquilo"  afirmou. O sistema COSMIC é fabricado pela empresa alemã ULRICH MEDICAL, representada com exclusividade no Brasil pela TECHNICARE.

Seis meses depois da intervenção cirúrgica, o paciente (vítima) teve uma dor aguda e, através de exames, ficou comprovado a fratura de três das oito próteses implantadas. Ao consultar outro neurocirurgião, o médico teve a certeza de uma suspeita que vinha tendo há algum tempo: a colocação das próteses foi desnecessária. Um laudo médico emitido por este segundo neurocirurgião aponta como causa da dor lombar do paciente (vítima) a "instabilidade da coluna lombar por falha de material de síntese". A avaliação acrescenta que o paciente (vítima) estava com uma "doença discal degenerativa agravada por complicação pós-operatória". O diagnóstico destaca também que o paciente (vítima) apresentava na época incapacidade física e invalidez temporária, ficando impossibilitado de exercer a sua atividade profissional e, indicando ainda, uma nova cirurgia para retirada do material avariado, que foi realizada em 2010.

O médico chama a atuação da empresa TECHNICARE e de alguns especialistas como um "descaramento" e uma "tremenda agressão" para a classe, além de fomentar um mercado paralelo que estaria deixando empresários e profissionais da área médica milionários.

E se fazem comigo, imagina o que fazem com a população mais pobre nos hospitais públicos?

O Blog IMPRENSALIVRERS sabe que nos hospitais privados do Rio e São Paulo, o esquema é o mesmo...

O Blog IMPRENSALIVRERS sabe que a TECHNICARE é investigada pelo MPF e pela PF. É uma empresa que paga propina para seus "médicos" utilizarem os produtos da alemã Ulrich e de suas outras famosos marcas.

O Compliance da alemã Ulrich existe?

O Compliance da Zimmer Biomet existe?

O Complicante da Gore existe?

A Ulrich, Zimmer Biomet, Gore sabem que sua representante  paga propina para seus famosos e ricos "médicos"?

Um comentário:

  1. Existe no Rio de Janeiro, uma podridão TOTAL. Culpados tem muitos. Começando com a OPERADORA DE SAÚDE que deixa o médico escolher a EMPRESA que vai fornecer. Em outros casos a Operadora fecha a parceria para uma só empresa. TEM QUE TER MAIS DE 4 EMPRESAS.

    ResponderExcluir