quarta-feira, 28 de junho de 2017

A Máfia das Órteses e Próteses do Rio Grande do Sul já é ré na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ) gaúcho...


Já são réus na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ) gaúcho o pessoal da Máfia das Órteses e Próteses do Rio Grande do Sul.

Os réus são:

Fernando Gristch Sanchis, médico ortopedista e empresário do ramos de produtos para bebês. É dono da Baby's Mega Store. O Blog IMPRENSALIVRERS sabe que a loja não passa de uma lavanderia do Dr. Fantástico (Fernando Sanchis);
Niéli de Campos Severo, advogada;
Ricardo Felipe Bayer, advogado;
Luiz Souza Fidelix, dono da Intelimed e de outras empresas;
Francisco José Dambros, dono da Improtec;
Larson Hermilo Strehl, dono da Prohosp;
Luiz Alberto Paz - dono da Proger (representa alguns produtos médicos da Johnson & Johnson no Rio Grande do Sul);
Maria Alícia Paz, dona da Proger (representa alguns produtos da Johnson & Johnson no Rio Grande do Sul);
Jonas Ferreira Rocha, dono da Tecss

6 comentários:

  1. LADIMIR KOSCIUK será julgado dia 29 de junho as 17 horas pela 4ª CC TJRS
    O processo 70068507896, CNJ : 0060983-96.2016.8.21.7000, Apelacao por Peculato contra LADIMIR KOSCIUK, será julgado no dia 29 de junho as 17 horas pela 4ª CC TJRS
    Tribunal : Tribunal de Justica do Estado do Rio Grande do Sul
    Orgao Julgador: 4a Camara Criminal - Regime de Excecao
    Data de propositura: 02/03/2016
    APELADO: LADIMIR KOSCIUK e outros...
    APELANTE: MINISTERIO PUBLICO
    VITIMA: GRUPO HOSPITALAR CONCEICAO

    20/06/2017 - INCLUIDO EM PAUTA PARA 290617 10H30
    13/04/2017 - CONCLUSOS PARA JULGAMENTO AO RELATOR VOL: 14 APE: 17
    07/04/2017 - REMETIDOS OS AUTOS DA DISTRIBUICAO PARA ORGAO JULGADOR PARA PROCESSAMENTO
    07/04/2017 - REDISTRIBUICAO (VINCULACAO AO RELATOR) -

    ResponderExcluir
  2. Se toda a população gaúcha sabe destes fatos (lavagem de dinheiro ilícito, obstrução a justiça e outros crimes), porque a polícia e o MP não agem logo prendendo o cara e bloqueando os bens e valores da aludida loja??? Até para indenizar no futuros suas vítimas e demais lesados (estado, Ipe, Unimed). Autoridades, investiguem estas denúncias e ajam em nome da sociedade gaúcha que está de olho nesta gente.

    ResponderExcluir
  3. O anônimo acima tem razão...devem investigar urgentemente...tenho um casal de amigos que tem uma loja de bebês em Porto Alegre (tinham também em Novo Hamburgo mas tiveram que fechar...) e não aguentam mais a concorrência da loja do dito "Dr."...choram (literalmente) todos os dias devido a perda de clientes que acabaram migrando para a "lavanderia"!!! Tem que divulgar esse desespero, por que até os cachorrinhos deles estão sofrendo com isso!! Isso tem que acabar!

    ResponderExcluir
  4. Como comentado pelo outro leitor: Como pode o tal médico estar agindo impunemente desta maneira? Lavando dinheiro do crime e corrupção na cara das autoridades e nada acontece com ele e a tal loja de fachada? Ainda usa laranjas para encobrir as falcatruas. Vamos acordar autoridades gaúchas. A sociedade exige ação contra os grandes criminosos que causam grandes danos a pessoas e ao estado.

    ResponderExcluir
  5. Pelo amor de Deus....sou lojista a mais de 13 anos no mercado de produtos para bebês e eu e meu marido, que largou a advogacia para trabalhar comigo estamos desesperados, já fizemos de tudo e não conseguimos parar eles, inclusive estão abrindo outras lojas (com que dinheiro nessa crise????), como pode?? Nós nunca vendemos tão pouco e eles estão sempre com carros em cima da calçada, passamos lá no mínimo duas a três vezes por dia e sempre cheio....por favor, MP, PC, etc... façam algo, ajudem quem trabalha honestamente!!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia caro Editor, primeiramente gostaria de parabenizar o Sr. pelo excelente trabalho de trazer a público essa e outras questões e não deixar "morrer" no esquecimento!!
    Tenho loja de artigos para bebês a mais de 10 anos estando em Porto Alegre a cerca de 5 anos e nunca vivemos algo sequer parecido, por que juntando a crise com a loja do Dr. citado está muito difícil sobreviver no mercado. Quando iam abrir a loja e logo em seguida comandei, junto com meu marido um grupo de lojistas - nunca fomos amigos mas frente a situação optamos por unir forças; para tentar impedir a abertura ou minguar a atividade da Babys... nos reunimos diversas vezes, fizemos grupo de whatsupp, escrevemos dossiês para os representantes, ameaça de bloqueio para quem vendesse para a loja, emails para a delegacia que investigava o caso do Dr., eu mesma fui a delegacia em 2015 realizar um depoimento (por conta própria). Até mesmo reuniões tivemos em minha loja, com Delegado de polícia.... mas infelizmente nada parou essas pessoas, muito provavelmente devido ao poder econômico, que sempre acaba vencendo nessa hora!! Agora estão em expansão e certamente meses ainda piores virão para os demais lojistas...!! Desculpe o desabafo, mas não sabemos a quem mais recorrer por que não acreditamos que sejam inocentes e sabemos que logo muitos de nós, lojistas honestos, teremos que trocar de ramo!! Obrigada pela atenção, BK e JABF!

    ResponderExcluir