quarta-feira, 19 de julho de 2017

Deputado federal do PP ainda é investigado pela sua profunda ligação com o dono da BSbio

Erasmo Carlos Battistella  (PT) e deputado Jerônimo Goergen (PP)

O TCU desde 2014 investiga se houve sobrepreços em negócios entre PBio e BSBios. Uma robusta auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União comprovou as suspeitas de sobrepreço na aquisição, pela PETROBRAS BIOCOMBUSTÍVEL (administração Miguel Rossetto), de uma usina de biodiesel no Paraná, negócio que ficou conhecido como "mini-Pasadena". 

Em novembro de 2009, a subsidiária PETROBRAS COMBUSTÍVEL pagou R$ 55 milhões por uma participação de 50% na usina Marialva, que produz biodiesel a partir de grãos de sola e sebo de bovinos no município paranaense de mesmo nome. Apenas dois meses antes do negócio, entretanto, a mesma unidade havia sido integralmente adquirida pelo grupo gaúcho BSbios por uma quantia bem menor: R$ 37 milhões.

Foi um ação entre amigos!!!

Poderosos deputados federais gaúchos são amicíssimos do dono da BSbios.

O deputado federal chorão Jerônimo Goergen (PP) é um dos alvos da investigação...

O ex-ministro e ex-presidente da Petrobras Biocombustível também é investigado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário